3 erros que farão você desistir de começar uma rotina saudável
436
post-template-default,single,single-post,postid-436,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.1.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1,vc_responsive
 

Três erros que farão você desistir de começar uma rotina saudável

Todo começo é desafiador, sobretudo quando a mudança foi motivada a partir de uma necessidade e não por um interesse. Logo, começar uma rotina saudável pode conter erros fundamentais que farão aquelas pessoas acostumadas às praticidades a desistir do projeto.

Por isso, começar uma vida balanceada exige mais do que disciplina. Requer atenção e paciência, para que a introdução do novo estilo seja feito de forma gradativa e natural.

É normal o corpo reagir nos primeiros dias, afinal ele está condicionado a receber uma carga alta de determinadas substâncias, que nem sempre são as ideais. Funciona como uma crise de abstinência na qual uma mudança repentina pode te levar ao desequilíbrio e te deixar com vontade de desistir! O nosso corpo sempre vai buscar um padrão, então leva tempo para se acostumar.

Mas nessa busca de uma rotina balanceada, muitas pessoas acabam cometendo pequenos erros que acabam com a motivação. Escolhemos três deles:

 

Ficar sem comer por muitas horas

Quem nunca ouviu a frase “emagreci fechando a boca”, em suas diversas variações? “Para emagrecer, basta fechar a boca” é uma das principais recomendações por pessoas sem qualquer instrução e autoridade para te orientar.

Não é bem assim. Especialistas e profissionais da saúde defendem que ficar horas sem comer torna o metabolismo mais lento, ou seja, dificulta ainda mais o processo de perda de peso.

Além disso, ao comer após muitas horas em jejum, a pessoa tende a comer em maior quantidade, desperdiçando nutrientes e acumulando reservas que, diferentemente de um propósito de emagrecer, podem levar a pessoa a engordar.

E, claro, não vendo resultados e passando fome, qualquer um desistiria.

Cortar gorduras na alimentação

Desde crianças aprendemos que a gordura é uma vilã que luta contra nossa saúde. Na verdade, quem segue uma dieta restrita em gorduras tende a ficar mais irritada e insaciável.

A questão é que não podemos radicalizar e cortar toda nossa fonte. Mas calma, não estamos falando de qualquer gordura…

Para evitar esse erro sem deixar de estar em dia com uma rotina saudável é preciso agregar à refeição uma porção de vegetais cozidos no vapor com um pouco de azeite de oliva ou amêndoas picadas, por exemplo. Além de ser uma solução assertiva é bastante saborosa.

Gorduras contidas em alimentos naturais podem auxiliar no combate contra doenças cardíacas e arteriais. Fica a dica!

Acabar com o consumo de carboidratos

Assim como o tópico anterior, indicamos que não radicalize e tire de vez algo apontado como vilão de sua vida.

“Tire o ‘carbo’” é uma sentença proferida por muita gente. Sentença um tanto equivocada.

Qualquer pessoa que radicaliza e elimina por completo parte de uma cadeia alimentar acaba descontando em outro tipo de alimento, como por exemplo, o açúcar. O resultado disso é um desequilíbrio que te leva a outros desafios, fazendo com que se crie uma sensação de que a mudança de rotina não valeu a pena quando, na verdade, é o melhor caminho para o corpo e para a mente.

E você? Já passou por algo parecido? Conta pra gente aqui nos comentários.

No Comments

Post A Comment