Frutas e a dieta Low Carb: quais são as mocinhas e as vilãs?
827
post-template-default,single,single-post,postid-827,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,qode_grid_1300,footer_responsive_adv,hide_top_bar_on_mobile_header,qode-content-sidebar-responsive,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-10.1.2,wpb-js-composer js-comp-ver-5.1,vc_responsive
 

Frutas e a dieta Low Carb: quais são as mocinhas e as vilãs?

Frutas e a dieta Low Carb: quais são as mocinhas e as vilãs?

Desde crianças somos educados a comer frutas regularmente, e que frutas são sinônimos de alimentação saudável e que ajudam no processo de emagrecimento, seja lá qual for a dieta seguida.

Entretanto, quando falamos sobre dieta Low Carb temos a ideia de reduzir o consumo de carboidratos. E as frutas são ricas em frutose (o açúcar da fruta), portanto, acredite, são ricas em carboidratos, consideravelmente em níveis superiores em relação aos vegetais.

Logo, se deseja seguir uma dieta Low Carb, preste muita atenção nos tópicos a seguir.

(-) Veja também: Low Carb: o que é, sua eficiência e seus benefícios

O que pode e o que não pode?

Essa questão está diretamente ligada à sua cota diária de consumo de carboidratos, orientada por um profissional da área da saúde. Não deixe de garantir esse acompanhamento para obter os melhores resultados possíveis e não colocar sua saúde em risco.

Morango, limão, melancia (…) vai depender dos seus objetivos e estratégias traçadas. Se for muito peso a perder, o recomendado é investir em salada verde, já que garante um consumo adequado de fibras e muito mais nutrientes, além de manter a saciedade por um período mais prolongado.

Mas, se perguntarem a melhor opção de fruta Low Carb indicaríamos o abacate (sem excessos, claro).

Quais frutas têm menos carboidratos?

Para os seguidores da vertente mais antiga e a mais popular das dietas Low Carb, a Atkins, idealizada na década de 1970 pelo médico norte-americano Robert Atkins, nenhuma fruta deve ser consumida nos primeiros 15 dias da dieta, a chamada “fase de Indução”.

A ideia de se cortar toda e qualquer fruta nos primeiros 15 dias tem a finalidade de garantir a cetose e ver como o corpo reage a uma alimentação Low Carb.

E independente de qual vertente de Low Carb você está seguindo, algumas frutas são sempre boas opções. São elas:

  • Frutas vermelhas (morango, framboesas, amoras e acerolas);
  • Limão;
  • Coco;
  • Abacate.

O outro lado: frutas que têm mais carboidratos

As frutas que devem ser restringidas ou consumidas com parcimônia, ainda que o objetivo seja apenas manter o peso, são:

  • Maçã;
  • Banana;
  • Uva;
  • Mamão;
  • Manga;
  • Melancia;
  • Abacaxi;
  • Nectarina;
  • Laranja.

Suco ou frutas? Há diferença?

Consumir as frutas propriamente ditas são sempre a melhor opção. O suco, além de exigir muitas unidades da fruta, o que eleva consideravelmente a quantidade de carboidratos, perde as fibras especialmente quando se coa o suco preparado e deixa mais água e frutose.

Logo, o recomendado para se beber é a própria água na quantidade que você se sentir à vontade para beber, sem se preocupar com quantidade mínima. Esse hábito vai crescendo com o seu tempo.

No Comments

Post A Comment